Robinho - Foto: Divulgação/Santos FC

Terminou nesta segunda-feira (1°) o período de adaptação do ex-jogador Robinho na ala de isolamento da Penitenciária de 2 Tremembé, chamada formalmente de penitenciária Doutor José Augusto César Salgado, na região do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo. O famoso “craque das pedaladas’” condenado a nove anos de prisão na Itália por estupro coletivo, que teve sua sentença homologada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para cumpri-la no Brasil, passará agora para o setor do presídio onde estão os demais detentos, ocupando uma cela na companhia de outro apenado. Até então ele estava sozinho.

Robinho estará a partir de agora numa cela de 4 por 2 metros, acompanhado de mais um condenado. Ele receberá três refeições diárias, iguais às de todos os demais detentos da unidade, fornecidas pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). O ex-atleta do Santos, Real Madrid, Milan e seleção brasileira poderá também trabalhar e fazer oficinas, para que essas atividades descontem dos dias que ele tem de pena a cumprir.

Agora, junto com os outros presos, o ex-jogador terá direito também a dois banhos de sol diários, de uma hora cada, realizados pela manhã e à tarde, sempre acompanhado dos demais. Enquanto estava no período de adaptação, na cela individual, Robinho tinha apenas um banho de sol.

As visitas em Tremembé, às quais o antigo ídolo do Peixe terá direito a partir de hoje, ocorrem aos fins de semana. Dois visitantes por dia de visita são autorizados e devem ser previamente cadastrados junto à administração da Penitenciária e à SAP. Menores de 12 que sejam filhos ou netos podem ver os pais ou avós detidos na unidade.

Jornalista e professor de Literatura Brasileira. É especialista em Estudos Brasileiros pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) e tem mais de 23 mil km de sertão nordestino sobre duas rodas. É repórter, editor de colunas e artigos de Opinião e também correspondente da Fórum na Europa.